• Menu
  • Menu

Escolas de inglês em Malta defendem mudanças para beneficiar estudantes

Nos últimos anos, a ilha de Malta despontou como um dos países mais promissores no setor de ensino de idiomas. Fatores como clima, adaptação rápida e, é evidente, a língua inglesa contribuem para essa ascensão. As instituições de inglês no país, contudo, não estão satisfeitas e apostam em um futuro ainda mais promissor. A Federação das Escolas de Inglês em Malta (Feltom) vem defendendo e cobrando junto ao governo políticas que possam beneficiar novos estudantes que chegam no país. Entre as mudanças, foram citados um processo mais eficiente para emissão de documentos e a introdução de uma modalidade de visto que permita estudo e trabalho.

De acordo com o último relatório English Language Travel (ELT), o setor de ensino de inglês contribui de forma representativa para a economia de Malta, representando 8.1% dos gastos com turismo no país. Genevieve Abela, CEO da Federação, relatou ao jornal Malta Today que a Feltom continuará se posicionando a favor de mudanças que irão beneficiar não somente estudantes, mas também o reconhecimento de Malta no setor educacional.

O relatório ELT ainda aponta que o número de estudantes de inglês no país cresceu 1.6%, em comparação com 2015. Com o potencial do país e o incentivo de instituições, pode ser que logo surjam novas boas notícias para quem sonha com o intercâmbio na ilha do Mediterrâneo.

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.