• Menu
  • Menu

Salamanca: medieval e barroca

Com história que data do Século III a.C., Salamanca (Espanha) é uma das cidades europeias em que pode-se experimentar a história europeia – e da humanidade – através de suas construções. Os estilos são variados, mas entre eles destacam-se o barroco e o medieval, com uma aparência peculiar pelo uso ostensivo de pedras de cor amarelada. É quase como um passeio pelo tempo.

plaza mayorO principal ponto social da cidade é a Plaza Mayor, uma praça cercada de belíssimos prédios, monumentos da arquitetura barroca, com restaurantes e bares. Está localizada no centro da cidade e, iluminada nas noites quentes de verão, gera uma visão ímpar muito apreciada pelos milhares de turistas todos os anos. É, também, onde está localizada a prefeitura da cidade.

iglesiasanjulianA apenas quatro minutos de distância da Plaza Mayor está a Iglesia de San Julian, com sua base romana, mas também construída com as pedras amareladas. Em seu interior, possui esculturas de alguns santos católicos – o Catolicismo foi a principal influência na Espanha ao longo dos séculos, embora o Islamismo também tenha sua presença em muitas regiões.

casa de las conchasAlguns quarteirões ao sul está a Casa das Conchas, prédio de estilo gótico  que teve sua construção iniciada em 1493 e contém, em sua fachada, mais de 300 conchas e arabescos. Trata-se de um dos edifícios mais marcantes da cidade, mas não apenas pelo seu exterior – o pátio interno tem estruturas de estilo medieval e renascentista. O local é recheado de lendas, sendo a principal delas a hipótese de a família proprietária do edifício esconder suas jóias sob as conchas – por isso tantas espalhadas pelas paredes.

catedral velhaApenas quatro minutos mais, ao sul, e encontra-se a cereja do bolo arquitetônico de Salamanca: as Catedrais Velha e Nova. A mais antiga começou a ser construída no século XII, possui três naves e grande ornamentação interna – entre as pinturas, há representação dos condenados no juízo final, incluindo um bispo e um papa, forma de mostrar como ninguém está acima do julgamento divino. No mesmo local, a partir do Século XVI e pretendia ser uma substituta maior para a antiga. Construída parede-com-parede junto à velha, tem estruturas de 110m de altura. Com o tempo, desistiu-se da demolição da antiga, preservando-se o patrimônio. Melhor para os turistas, que podem apreciar a grandeza – estrutural, arquitônica, história e estilística – de ambas.

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.