• Menu
  • Menu
bagagem

Ryanair cumpre ameaça e limita bagagem em voos. Entenda

A chegada do verão europeu e o aumento das viagens fez com que a Ryanair, companhia aérea irlandesa, viesse a público recentemente para dar um aviso: seus passageiros não estavam respeitando os limites de peso das malas e, com isso, causavam atrasos nos voos. A empresa ameaçou rever sua política de bagagem. Na última semana, ela cumpriu os avisos e instituiu novo limite.

Entenda

Como era?

Até então, duas malas poderiam ser carregadas pelos passageiros consigo na cabine do avião: uma com até 10 kg e outra pequena, normalmente bolsa de colo, case de laptop ou pacote de compras. Isso permitia, por exemplo, que viajantes entrassem na aeronava com um mochilão e outra mochila sem precisar pagar qualquer tipo de taxa.

Esse, inclusive, tem sido o trunfo de companhias como a Ryanair, chamadas low-cost: oferecem voos extremamente baratos, com um limite generoso de bagagem, mas um serviço sem qualquer tipo de luxo. Para qualquer coisa que você deseje fazer, desde escolher o assento no avião a despachar bagagem, é preciso pagar. O abuso dessa regra, no entanto, levou a uma mudança.

Como ficou?

“Como muitos clientes estão utilizando o serviço da Ryanair que permite carregar duas malas sem custos e com a alta demanda de passagens (97% em agosto), não há espaço suficiente nas cabines para esse volume de bagagem, o que tem causado atrasos de embarque e de voo”, disse a companhia, em comunicado.

A partir de 1º de novembro, passageiros não-prioritários poderão levar a bordo apenas uma mala pequena. A outra, de até 10 kg, deve ser despachada sem cobrança de taxa. Não vai ficar mais caro, portanto, mas vai demorar mais e dar mais trabalho. Só entrarão no avião com duas malas passageiros prioritários (dos planos Plus, Flexi Plus e Family Plus).

Para incentivar o despacho de bagagem, a companhia ainda fez algumas mudanças. O limite de peso subiu de 15 kg para 20 kg, e as taxas diminuíram. Então, se você precisa levar mais de 10 kg na viagem, vai passar a pagar €25 – o valor anterior era de €35.

Para levar as suas duas malas – uma pequena e outra de até 10 kg – consigo dentro da cabine, você vai precisar ser cliente prioritário, um benefício que a Ryanair vende por €5 no momento da compra da passagem ou por €6 até uma hora antes do embarque.

Para resumir

A partir de 1º de novembro, na Ryanair

  • Apenas uma mala pequena consigo no avião
  • A segunda mala, de até 10kg, precisa ser despachada SEM CUSTOS
  • Se você precisar despachar bagagem mais pesada do que 10 kg, precisa pagar
  • Os limites de despacho de bagagem aumentaram de 15 kg para 20 kg
  • A taxa de despacho de bagagem diminuiu de €35 para €25
  • Clientes prioritários podem levar as duas malas normalmente no avião

Leia o comunicado completo neste link.

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.