• Menu
  • Menu

O que acontece com quem urina na rua na Irlanda

Urinar na rua pode ser uma prática considerada corriqueira – embora proibida – no Brasil, mas na Irlanda as consequências podem se tornar um incômodo maior do que o sentido na hora do aperto. Um homem de Dublin está vivendo uma batalha jurídica sob risco de ser condenado por ter sido pego no ato pela Garda – a punição prevista em lei é de prisão por até dois meses, embora seja muito improvável.

Aconteceu com Tezaur Bita, de acordo com o jornal Irish Independent. Ele dirigia pelo subúrbio de Dublin nas primeiras horas do dia 27 de agosto quando parou o carro e se dirigiu a um arbusto para se aliviar. O problema é que a cena foi presenciada por um policial, que o prendeu ali mesmo. Nesta semana, Bita perdeu uma apelação à Suprema Corte para derrubar a lei que o enquadra como criminoso, e agora deve ser julgado.

O argumento de Bita é que tal lei não pode ser considerado em casos banais como urinar na rua por ser muito vaga. A Suprema Corte, no entanto, alegou que não pode alterar a legislação no caso porque o homem ainda tem muitos recursos para se safar de qualquer punição. Ele agora deve ser julgado por uma corte distrital.

No despacho, o juiz responsável admitiu que se expor para atender a um “chamado da natureza” de forma discreta não necessariamente constitui uma ofensa, e que há muitas ocasiões em que o mesmo se aplica: performances artísticas no geral e nado em áreas públicas como o mar. Há uma grande diferença entre quem urina na rua e quem se expõe com cunho sexual, em situações anti-sociais.

Tudo depende das circunstâncias, algo que não impede que Tezaur Bita agora tenha que comparecer ao tribunal para ser julgado, além de todo o incômodo já vivido. Não é incomum ver gente urinando na rua na Irlanda, mas é sempre bom tomar cuidado e evitar ao máximo.

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.