• Menu
  • Menu

ILEP é sinonimo de qualidade ?

20 de Janeiro de 2016, o tão esperado dia em que tudo ia mudar! Mas não mudou tanto né? Na verdade quase nada.

Pois bem, saiu a tão famosa lista das elegíveis, ou seja, das escolas de ensino superior e de idiomas que são reconhecidas e autorizadas a recrutar estudantes fora da zona da União Europeia.

Se quiser ver por si mesmo, clique aqui. Embora seja notável que, para se manter nessa lista, as instituições tem que atingir um padrão cheio de critérios específicos que visam a qualidade do ensino do idioma na Irlanda, esse padrão ainda está meio indefinido. E no final, a segurança que esperávamos que essa lista fosse nos trazer, bem, não trouxe.

Explico, de acordo com o próprio governa essa lista não garante a qualidade da instituição – The ILEP does not guarantee the quality of the institution but if a provider is listed on the ILEP in respect of courses they will have met certain criteria including the mandatory provision of learner protection in respect of enrolled non-EEA students. – e também essa lista não é fixa; ou seja, daqui a 3 meses, quando a lista for atualizada, pode ser que tenham exclusões e inclusões de novas instituições.

Como garantir então que a escola que você vai estudar vai estar aberta e regulada daqui alguns meses, ou anos? Minha sugestão e a sugestão do MEI também, vai pela qualidade. Escolas qualificadas tendem a se manter nessa lista por muito, muito tempo. E como o próprio governo orienta “be aware that the lowest price may not necessarily be the best deal.” Esteja atento que o menor preço pode não ser o melhor negócio.

O que fazer então para não correr riscos, já que o intercâmbio é um investimento alto e quanto menor o risco, melhor a escolha?
Procure escolas qualificadas. Hoje os selos de qualidade mais importantes na Irlanda são: ACELS e MEI. Outros somam muito para evidenciar a qualidade da instituição, como o EAQUALS, QE (Quality English), ALTO, Cambridge, IELTS, Trinity College London, BULATS, e vários (vários mesmos!) outros.

Com relação ao preço, faça uma conta rápida de quanto você vai pagar pelo curso dividido pelo número de semanas que você vai ficar. Divida pelo número de horas que você vai estudar e veja se, no final, você acha que é um valor razoável pela troca do serviço que você espera receber de volta da escola.
Por: Anne Penelppi.

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

1 comment