• Menu
  • Menu

Gardai quer acesso a conversas de Whatsapp e Facebook

Em busca de evitar crimes e colocar quadrilhas na prisão, a Irlanda agora mira acesso a conversas de Whatsapp, Facebook e e-mail, meios cada vez mais usado por criminosos para se organizar. De acordo com o jornal Herald, o ministro da Justiça, Frances Fitzgerald, aprova a ideia de que a Gardai (a polícia irlandesa) tenha acesso a conversas nos aplicativos, e nova legislação deve ser colocada a votação e implementada até o final do ano.

O assunto é sensível porque mexe com a privacidade das pessoas e levanta muitos questionamentos. O Facebook, que é dono do Whatsapp, anunciou recentemente a decodificação das mensagens do aplicativo, de modo que nem ele próprio teria acesso. A questão já rendeu bloqueio do aplicativo no Brasil em duas oportunidades, justamente porque a empresa se recusou a colaborar com requisições judiciais.

Na Irlanda, a legislação que será colocada para votação será bem consciente dos direitos fundamentais das pessoas quanto à privacidade de suas mensagens, de acordo com Fitzgerald. O principal foco da Gardai é a guerra de gangues que acontece em Dublin, com disputas territoriais e eventuais tiroteios, fatos tomados com grande apreensão e urgência pelas autoridades.

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.