• Menu
  • Menu

4 dicas que podem te ajudar a equilibrar estudos e trabalho no intercâmbio

[vc_row][vc_column][vc_column_text]

Muita gente que embarca para o intercâmbio já sai do Brasil sabendo que vai precisar trabalhar para se manter no exterior. A possibilidade de conseguir um emprego e trabalhar legalmente, oferecida somente em alguns países, é perfeita para esse perfil de intercambista, principalmente se o objetivo é ficar longe por um longo período. O que é para ser uma grande vantagem, contudo, pode se tornar um obstáculo quando o trabalho começa a tirar o foco dos estudos. Se o seu objetivo é realmente aprimorar o inglês, é preciso tomar cuidado para não perdê-lo de vista. Por essa razão, preparamos 4 dicas que podem te ajudar a equilibrar estudos e trabalho no intercâmbio.

[/vc_column_text][/vc_column][/vc_row][vc_row][vc_column][vc_custom_heading text=”Estabeleça uma rotina de estudos” font_container=”tag:h4|text_align:left” use_theme_fonts=”yes”][/vc_column][/vc_row][vc_row][vc_column][vc_column_text]

Frequentando uma escola de inglês, é claro que você já possui horários determinados para estudar. Mas se o que você quer mesmo é melhorar a fluência no idioma, é preciso praticar fora de sala também e aí a disciplina de uma rotina de estudos pode ajudar.

Se você reservar uma hora por dia, todos os dias, para revisar o conteúdo visto em sala de aula e pesquisar um pouco mais a respeito, já está valendo! Quando você encontrar um emprego, criar essa rotina pode se tornar mais desafiador. Mas com organização e comprometimento é possível sim.

[/vc_column_text][/vc_column][/vc_row][vc_row][vc_column][vc_single_image image=”6842″ img_size=”650×434″ alignment=”center”][vc_empty_space height=”20px”][/vc_column][/vc_row][vc_row][vc_column][vc_custom_heading text=”Evite pegar empregos que exigem horas muito desgastantes” font_container=”tag:h4|text_align:left” use_theme_fonts=”yes”][/vc_column][/vc_row][vc_row][vc_column][vc_column_text]

Sabemos que o cenário perfeito seria encontrar um emprego que se encaixa perfeitamente em sua rotina. Sabemos também, que o cenário perfeito é bastante improvável e que achar trabalho no intercâmbio não é fácil não. É preciso, contudo, estabelecer alguns limites e pensar se o emprego para o qual você está aplicando vale mesmo a pena. Se você trabalhar a noite inteirinha, por exemplo, onde irá encontrar forças para estudar no outro dia pela manhã?

Sendo realista, se você estiver precisando MUITO de um emprego, vale abrir uma exceção, mas por tempo limitado! A longo prazo, será sempre mais vantajoso procurar algo que se encaixa melhor em seus horários e rotina.

[/vc_column_text][/vc_column][/vc_row][vc_row][vc_column][vc_single_image image=”6840″ img_size=”650×434″ alignment=”center”][vc_empty_space height=”20px”][/vc_column][/vc_row][vc_row][vc_column][vc_custom_heading text=”Não fique faltando aula para ir trabalhar” font_container=”tag:h4|text_align:left” use_theme_fonts=”yes”][/vc_column][/vc_row][vc_row][vc_column][vc_column_text]

Na busca por um emprego, os horários das aulas podem acabar tornando-se um obstáculo, já que muitas empresas contratam funcionários para trabalhar o dia inteiro. O que muitos alunos fazem aí, é começar a trabalhar e simplesmente deixar de ir para a aula. Mais uma vez é preciso, contudo, é preciso avaliar se realmente vale a pena. Além de não aprimorar o idioma como deveria, você pode acabar colocando toda a sua experiência do intercâmbio em risco, já que a frequência nas aulas é um ponto fundamental para a permanência no exterior. No final das contas, é melhor não arriscar.

[/vc_column_text][/vc_column][/vc_row][vc_row][vc_column][vc_custom_heading text=”Participe de atividades, se envolva e não perca a motivação” font_container=”tag:h4|text_align:left” use_theme_fonts=”yes”][/vc_column][/vc_row][vc_row][vc_column][vc_column_text]

Para estudantes que ficarão no exterior por um longo período (mais de um ano), é natural que em um determinado momento você comece perder a vontade de frequentar as aulas. Nesse momento, contudo, é importante não deixar a peteca cair.

A maioria das instituições de ensino oferece uma série de atividades extraclasse e quanto maior for o seu envolvimento com a escola, mais interessado você ficará em continuar frequentando as aulas. Se a rotina estiver muito cansativa, se você não estiver dando conta da quantidade de coisas pra fazer ou mesmo se você simplesmente perder a motivação, converse com a escola, explique sua situação e, juntos, decidam o que pode mudar.

Fazer dinheiro no intercâmbio é importante sim (principalmente quando suas contas pagas dependem dessa verba). É preciso um certo cuidado, contudo, para não deixar que a rotina de trabalho sugue todas as suas experiências do intercâmbio, seja no aspecto educacional ou nas horas de lazer. É preciso ter em mente que esta será uma experiência única em sua vida e que, mais do que qualquer outra coisa, o que você mais precisa é aproveitá-la ao máximo.

[/vc_column_text][/vc_column][/vc_row][vc_row][vc_column][vc_single_image image=”6841″ img_size=”650×434″ alignment=”center”][/vc_column][/vc_row]

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.