• Menu
  • Menu
delivery

Delivery por bicicleta abre vagas de emprego na Irlanda

Intercambistas, estudantes e imigrantes no geral devem se animar com a notícia de que o Deliveroo vai aumentar sua operação na Irlanda. O serviço de delivery por bicicleta, que foi criado em Dublin, pretende aumentar o número de entregadores em até 250, com vagas na capital irlandesa, mas também em Cork e até em Belfast, na Irlanda do Norte.

A notícia é boa porque esse é o tipo de trabalho que atende às necessidades mais imediatas de quem chegou ao país e precisa juntar um dinheiro. Basta saber andar de bicicleta e ter um mapa (mesmo que no celular). E tem horário extremamente flexível. A empresa, no entanto, pode exigir visto de trabalho acima do stamp-2 recebido pelos brasileiros.

Ao todo, o aplicativo de entrega tem 861 já cadastrados na Irlanda e trabalha em parceria com 567 restaurantes. A função dos entregadores, obviamente, é buscar as embalagens nos estabelecimentos e pedalar pelos bairros. Além de gerar renda, é uma forma de conhecer a cidade e se exercitar – ao estilo do que acontece com quem trabalha com rickshaw.

A empresa credita o crescimento à satisfação que os empregados têm em trabalhar com ela. Isso porque a flexibilidade permite que Deliveroo seja uma fonte extra de renda em muitos casos. A empresa movimentou €2,9 milhões só em 2016 – o valor não inclui o que foi pago pela comida e que vai direto para os restaurantes.

Com taxas atratativas e flexibilidade total, o Deliveroo surge como boa oportunidade para render um dinheiro a mais no fim do mês, o que, para estudantes e intercambistas, muitas vezes faz total diferença. Vale a pena ficar ligado na página do Facebook para saber sobre oportunidades de emprego e mais notícias.

Fonte: The Irish Times

Clique aqui para mais informações sobre intercâmbio com a Enjoy!

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.