• Menu
  • Menu
independência

Conquiste a sua própria independência

 

“Um dia é melhor parar de sonhar e, de algum modo, partir”. A frase é de Amyr Klink, velejador que hoje em dia, depois de velejar o mundo, dá palestras sobre como enfrentar o desconhecido para ampliar seu campo de visão. É sobre ter autonomia. Mas e você? Neste 7 de setembro, já parou para pensar sobre como conquistar sua própria independência?

Trabalho, estudos, relações pessoais e cotidiano são fatores que podem te impedir de sair pelo mundo. Embora tenham seu valor óbvio, acabam funcionando como barreiras, limitadores que criam uma zona de conforto que, na verdade, te priva de tantas experiências ricas.

Quer conhecer novas culturas, aprender uma língua diferente? Que tal fazer um mochilão? Quem sabe viver um tempo em uma nova realidade? Para isso, o intercâmbio é a pedida ideal. E ele é o principal canal a levar à conquista da independência pessoal. É um processo que requere coragem e esforço, mas cujas recompensas valem muito mais:

  • Amplia a visão de mundo
    Os conceitos que você tem como certos e naturais não servem necessariamente para todas as pessoas do mundo, pode acreditar. Viajar é entender essas diferenças e ver como o mundo não é preto no branco, mas repleto de tons de cinza. Perceber isso é abrir os olhos para uma infinidade de possibilidades.
  • Amplia a visão de você mesmo
    Você já deve ter ouvido a história de alguém que foi fazer intercâmbio e voltou mudado. Estar fora da zona de conforto faz com que você perceba a si próprio diferente. O fundamental não é mudar em si, mas perceber do que você é capaz. De muito mais do que você acha que é, com certeza.
  • Aumenta o nível de tolerância
    Sim, porque o mundo não pode ser do jeito que nós queremos. Se isso não acontece em um ambiente controlado, onde temos nossa vida cotidiana, as pessoas próximas e alguma previsibilidade sobre o que vai ocorrer, imagine em um novo lugar. Você vai se tornar muito mais compreensivo.
  • Aumenta a responsabilidade
    Esse aspecto é bem geral: você se tornará mais responsável financeiramente falando, mas também nas relações pessoais, naquele trabalho que você nunca imaginaria que se tornaria tão importante, na casa que habita e em tantos outros aspectos. Vai aprender, também, a administrar muito melhor todo os tipos de situação.
  • Fluência em outra língua
    Mais uma forma de ampliar os horizontes, comunicar-se com outras pessoas, outras culturas e outra história. E se integrar.

Autor de ‘O Corcunda de Notre-Dame’, o romancista francês Victor Hugo escreveu que “viajar é nascer e morrer a todo instante”. E essa experiência é primordial para conquistar a sua própria independência. É algo enriquecedor, necessário, imprescindível.

Neste 7 de setembro, vale a pena refletir sobre o que ainda te impede. E parar de sonhar para, de algum modo, partir.

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.