• Menu
  • Menu

Como programar sua conexão de voo

Conexão de voo são paradas estratégicas em aeroportos que não estão localizados em seus destinos finais, algo que acontece em jornadas muito longas ou com destino a locais que não estão entre os mais movimentados pela indústria do transporte aéreo. Para qualquer brasileiro, conexões são uma constante. Se você estiver na Europa, especialmente, saiba que há como programar você mesmo suas conexões, para economizar algum dinheiro.

Ao fazer suas próprias conexões, você compra passagens separadas de modo a completar sua jornada até o destino final. Há vantagens e desvantagens, mas, se ela for devidamente programada, pode gerar boa economia. De acordo com pesquisa da OAG, agência focada em coleta e análise de dados do setor de aviação, 92% dos viajantes estão dispostos a usar essa estratégia diante das circunstâncias corretas. Entenda.

  • Prefira voos low-cost e com pouca bagagem
    Isso porque quando você faz uma conexão diretamente com a companhia aérea, as malas despachadas são diretamente trocadas de avião sem que você precise manejá-las. No caso de uma “auto-conexão”, você precisaria retirar a mala na esteira, deixar o aeroporto, entrar novamente e passar por todo o procedimento de segurança. Vai custar tempo e paciência.
  • Atenção para o código do aeroporto
    Dica importantíssima: cheque sempre o código do aeroporto em que você vai fazer a conexão. Cidades como Londres, Paris e Nova York são servidas por mais de um aeroporto e, muitas vezes, fica mais caro o trajeto entre eles do que optar por uma conexão simples, além de consumir tempo.
  • Considere ampliar sua estadia
    Enquanto que o tempo médio de conexão é de poucas horas, você pode considerar uma pausa maior entre a chegada a um aeroporto e a partida do mesmo. Se o aeroporto for bem localizado, por exemplo, 12h podem ser suficientes para um passeio rápido e uma refeição. Ou então você pode optar por uma noite ou até mais dias, de forma a aproveitar uma parada que já seria obrigatória no seu itinerário.
  • Fique atento à chance de perder o voo
    Se você perde uma conexão que foi marcada pela companhia aérea, ela provavelmente vai fazer o melhor que puder para colocá-lo em voo próximo, mesmo se for em outra companhia parceria. No caso de você mesmo programar a conexão, vale prestar mais atenção nas condições oferecidas na compra da passagem.

Para mais informações, acesse o site oficial da OAG clicando aqui.

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.