• Menu
  • Menu

Brasileiros estão investindo mais no intercâmbio

Pesando na balança, os valores desembolsados em educação e prospecção de carreira estão sendo encarados como um verdadeiro investimento pelos brasileiros. Isso é o que aponta a última pesquisa de mercado realizada pela Belta, principal associação do setor de intercâmbio no Brasil. O relatório, publicado na revista Study Travel, traça um panorama sobre o cenário promissor do mercado e mostra que os brasileiros estão cada vez mais interessados em crescimento educacional e profissional.

Enquanto os programas de intercâmbio com duração de 2 a 3 meses ainda representam a maior parte dos negócios fechados pelas agências, a procura por experiências de longa duração (12 meses ou mais) aumentou significativamente no último ano. Os cursos de idiomas são os mais populares, mas o interesse por oportunidades de estudo e trabalho e pós-graduação também vem crescendo.

De acordo com a Belta, a média de investimentos de um intercambista que planeja estudar no exterior, em 2016, ficou em torno de US$8,900, um aumento de 82% em comparação com os dados do ano anterior. Neste cenário, o estudante brasileiro está investindo mais e permanecendo mais tempo no destino escolhido.

Canadá, Estados Unidos, Austrália, Irlanda e Reino Unido são os países mais procurados. As principais motivações que envolvem essa escolha, por sua vez, giram em torno de qualidade de vida, possibilidades de trabalho, boa estrutura para estudantes internacionais e facilidades no processo de obtenção do visto. Se você também está planejando investir no intercâmbio, vale a pena considerar todos esses aspectos e ficar de olho nas atualizações de mercado. Com certeza há um destino feito sobre medida para o sonho de todo intercambista.

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.