• Menu
  • Menu

As cidades mais caras do mundo para se mudar

Mudar de casa é normalmente complicado por causa dos inúmeros trâmites e dores de cabeça que nos causam. Mudar de cidade complica as coisa um pouco mais. Mas mudar de país pode ser difícil inclusive de planejar e prever. Com isso, a empresa de mudanças Movinga, com atuação na Alemanha e na França, preparou um ranking das cidades mais caras para firmar residência no mundo todo.

O cálculo utilizado foi relativamente simples: o preço, na média, do primeiro mês de aluguel em um apartamento de um cômodo na zona central, um chip de celular e um mês de pacote de dados, o passe mensal do transporte público e alimentação para 30 dias.

O topo do ranking é ocupado por Luanda, capital e maior centro comercial de Angola, onde o primeiro mês vai custar cerca de € 3.055,77 ou R$ 10,5 mil. A segunda colocação é de Nova York, nos Estados, seguido por São Francisco, no mesmo país. Dublin aparece na 24ª colocação, com custo de € 1458,64 ou R$ 5 mil, aproximadamente.

O ranking, que reúne 75 cidades, ainda tem a presença de São Paulo, maior cidade brasileira, no longínquo 50° lugar, com € 883,50 ou R$ 3 mil – a capital paulista está à frente de cidades como Istambul (Turquia), Buenos Aires (Argentina), Moscou (Rússia) e Lisboa (Portugal).

Para ver o ranking completo, clique aqui.

Veja o top 10
1. Luanda (Angola) – € 3052,77
2. Nova York (Estados Unidos) – € 2889,27
3. São Francisco (Estados Unidos) – € 2856,81
4. Zurique (Suíça) – € 2458,82
5. Londres (Inglaterra) – € 2448,67
6. Hong Kong (Hong Kong) – € 2121,85
7. Sydney (Austrália) – € 2026,32
8. Singapura (Singapura) – € 2012,30
9. Tóquio (Japão) – € 1970,79
10. Seattle (Estados Unidos) – € 1951,96

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.