• Menu
  • Menu

As cidades mais caras – e mais baratas – para se viver

Singapura é a cidade mais cara para se viver no mundo, de acordo com levantamento feito pelo Economist Inteligence Unit e divulgado recentemente. A listagem analisa 140 das maiores e mais importantes cidades do mundo para concluir que a cidade-estado, no sudoeste asiático, é a que apresenta os custos diários mais elevados.

O top 3 é completado com Zurique, na Suíça, país conhecido entre os europeus por ter custo de vida mais elevado – também pelo fato de não terem adotado o Euro como moeda, apesar de pertencerem à União Europeia – ocupa a segunda colocação, seguido de Hong-Kong, região administrativa chinesa e um dos polos do capitalismo mundial.

Por outro lado, a cidade mais barata para se viver é Lusaka, na Zambia, de acordo com a listagem, seguida de duas representantes indianas: Bangalore e Mumbai, ambas muito conhecidas e visitadas por turistas. Nenhuma cidade brasileira ou irlandesa integra o top 10 das mais caras ou mais baratas para se viver.

Para saber mais, visite o site oficial neste link.

As 10 cidades mais caras para se viver:

  1. Singapura, Singapura
  2. Zurique, Suíça
  3. Hong Kong, Hong Kong,
  4. Geneva, Suíca
  5. Paris, França
  6. Londres, Inglaterra
  7. Nova York, EUA
  8. Copenhagen, Dinamarca
  9. Seoul, Coreia do Sul
  10. Los Angeles, EUA

As 10 cidades mais baratas para se viver

  1. Lusaka, Zambia
  2. Bangalore, India
  3. Mumbai, India
  4. Almaty, Cazaquistão
  5. Algiers, Algeria
  6. Chennai, India
  7. Karachi, Paquistão
  8. New Delhi, India
  9. Damascus, Síria
  10. Caracas, Venezuela

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.