• Menu
  • Menu

A polêmica com o aeroporto de Shannon

Shannon_Watch_Demonstration_otu_imgSe você planeja fazer intercâmbio na Irlanda e tem interesse em saber mais sobre como o país se comporta politicamente na conjuntura internacional, especialmente neste momento de tensões migratórias e guerras no Oriente Médio, então precisamos falar sobre o Aeroporto de Shannon. A base aérea tem papel fundamental na colocação irlandesa nesse cenário, embora o governo faça o máximo para abafar qualquer discussão sobre o assunto.

Localizado no condado de Claire, o Shannon Airport é o terceiro maior da Irlanda, atrás de Dublin e Cork, e serve basicamente as cidades de Limerick e Galway. Além de voos comerciais, é utilizado também pelo governo dos Estados Unidos como ponto de parada. Dados do site Shannon Watch, que se opõe ao uso do local por tropas americanas, estimam que, desde 2002, mais de 2,5 milhões de soldados passaram por terras irlandeses.

Oficialmente, o governo afirma que o acordo estabelece que armas não devem ser transportas, embora denúncias indiquem que não é isso o que ocorre. Por isso, acredita-se que a Irlanda tenha um papel fundamental nas participações americanas nas guerras no Afeganistão, Iraque e Síria – alguns críticos colocam o país no rol dos responsáveis por morte de civis inocentes e por todas atrocidades cometidas nesses conflitos.

Na última semana, um ministro junior do governo, John Halligan, chutou o balde ao falar sobre o assunto. “Nós estamos com medo dos malditos americanos. A verdade é essa. Algum de vocês está seriamente dizendo que nenhuma munição foi transportada nesses aviões?”, disse, de acordo com o jornal The Independent.

“Então nós não somos cúmplices se nós permitimos soldados, que dizem estar em guerra com outros países, pararem em nosso país antes de ir pra luta? É como dois países em guerra um com outro, se bombardeando o tempo todo, e um país no meio dizendo ‘você pode pousar seus aviões aqui, reabastecê-los e então jogar suas bombas’. É claro que nós estamos ajudando a isso acontecer”, continuou o político.

O aeroporto ainda seria utilizado pela CIA, agência norte-americana, para transporte de prisioneiros políticos, uma situação que já rendeu denúncia de abusos de direitos humanos, por exemplo. O governo irlandês, por outro lado, mantém o discurso oficial de que nenhum aspecto do tratado foi violado. O uso do local por americanos rende pagamentos em dinheiro, obviamente.

Esse é o elo que liga a Irlanda a uma possível ameaça terrorista, embora isso seja, ainda, muito improvável. O assunto divide opiniões na Irlanda e é constantemente discutido em balcões de pubs. Qual é a sua opinião?

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.