• Menu
  • Menu

A felicidade na Irlanda

O blog noticiou, recentemente, resultados preliminares sobre o Censo 2016 realizado na Irlanda, que deu conta do leve aumento populacional, embora a emigração ainda seja uma realidade preocupante na ilha. Paralelamente a essa pesquisa, uma outra foi conduzida de forma não-oficial para determinar o sentimento dos moradores do país e o seu nível de felicidade. Trata-se do Census of the Heart (Senso do Coração).

Foram cerca de 12 mil entrevistados, respondendo formulário online. Qualquer um que habitasse a ilha poderia responder – incluindo, portanto, a Irlanda do Norte. O resultado mostra que a população irlandesa é confiavelmente feliz e está satisfeita com a sua situação, embora muitas questões ainda tenham urgência no país. Por fim, 46,08% das pessoas declararam “bom” quando indagados sobre o nível de seu bem-estar.

Welbeing:
Very good: 28,10%
Good: 46,08%
Fair: 21,23%
Bad: 3,43%
Very Bad: 0,81%
Don’t Know: 0,35%

A segunda colocação no ranking foi para a resposta “muito bem”, seguida por “normal”. Apenas 3,43% dos entrevistas definiram seu bem-estar como ruim. Menos de 1% está em situação muito ruim no momento. Entre os condados, o “mais feliz” é o de Leitrim, ao norte, na divisa com a Irlanda do Norte, enquanto que o “menos feliz” é o de Tyrone, na Irlanda do Norte.

Os condados de Dublin, Cork, Limerick e Galway, onde ficam as cidades de mesmo nome, têm níveis de felicidade semelhantes e mantêm a média nacional. A pesquisa ainda aborda questões como a identidade nacional e o moral da população. Por exemplo: 66% dos irlandeses acreditam que estão alcançando seu pleno potencial em vida, enquanto quase metade acredita que tem o necessário para causar mudanças duradouras em sua vida.

O resultado total do Census of the Heart pode ser conferido aqui.

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.